sexta-feira, 31 de março de 2017

Luciano Huck não descarta entrar na carreira política

Parece que o apresentador Luciano Huck, quer experimentar novos ares profissionais. Em entrevista ao jornal “Folha de São Paulo”, o global que comanda o “Caldeirão do Huck”, fala sobre uma possível candidatura à presidência e a polarização política do Brasil.
Já faço política, fazendo televisão aberta no Brasil, com o poder que a Globo tem, trazendo boas histórias, dando opinião. Agora, se me perguntarem se vou concorrer a algum cargo eletivo, eu não sei responder. E qualquer tipo de resposta é especulação, fofoca”, disse ele se esquivando sobre uma possível candidatura a presidência de 2018.
A mesma postura foi adotada pelo marido de Angélica, quando a publicação perguntou sobre o assédio dos partidos políticos:. “Não tem convite para se lançar a nada?”, “Não, mas também não te responderia [risos]”, entregou o apresentador.
É uma geração que ainda não está na política como deveria, mas vai estar. A renovação que a gente precisa passa por uma renovação geracional.O Brasil precisa de renovação e tem uma classe política completamente desmoralizada, sem nenhum apelo popular, atração, charme. Se vou ser eu, não faço a menor ideia. Quero poder ajudar a identificar lideranças“, afirmou Huck.
O único jeito de arrumar esse país é se a gente conseguir fazer um pacto apartidário. Sem revanchismo, sem revolta. Se foi golpe ou se não foi golpe, não importa. O sistema todo entrou em colapso. Independentemente de partido, de ideologias. E a falência do sistema como um todo é uma oportunidade como poucas na história do Brasil. Vamos aproveitar que o castelo caiu e construí-lo direito, em outras bases“, disse o apresentador sobre a polarização na política brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário